quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Não posso conter a emoção 100 anos dentro do meu Coração.

Hoje o maior de todos completa cem anos de vida, quanta emoção, e quantas histórias intensas de amor, tristeza, lágrimas, e alegria eu vivi 26 anos destes cem que o todo poderoso completa.

Década de 80


Vinte e Seis de Dezembro de Mil Novecentos e Oitenta e Três á uma hora e quinze minutos, o Sport Club Corinthians Paulista começou. Pelo menos pra mim...

Uma hora e quinze minutos do pós natal daquele ano o Papai Noel um pouquinho atrasado me presenteava com aquilo que seria o melhor e mais lindo presente de toda minha vida, o presente eterno que curti curto e vou continuar curtindo até o fim da minha vida.




E logo em meus primeiros segundos de vida já sai do ventre da minha mãe gritando É CAMPEÃO! Em meio a democracia Corinthiana um dos maiores marco da história do clube, e a exatos 12 dias atrás, em 14 de Dezembro daquele ano aos 46min do 2º tempo, Zenon de calcanhar toca para o Dr. Sócrates bater e marcar o gol do Bi Campeonato Paulista. Obrigado pelo presente de boas vindas ao mundo Papai Noel, valeu Doutor, e logo em cima delas, onde ainda irei comemorar muito títulos em cima do timinho colorido.




E ainda neste campeonato o Timão avançou para as finais eliminando a porcada nas semis e levantou o caneco pelo segundo ano seguido contra elas. Quanta freguesia... Já nasci vitorioso, arrebentando com nossos rivais, e a poucos dias de nascer já sofrendo na barriga da minha mãe tendo que gritar o gol do titulo nos acréscimos da partida. Desde zero ano de idade Corinthiano e Sofredor, Graças a Deus!






1988 comemorei mais um paulistinha.

Década de 90

Já nos anos 90 novamente contra elas, sob a batuta do craque Neto conquistávamos aquele que seria o titulo mais importante da nossa história até então, com um time limitado e desacreditado se classificou na penúltima vaga para as Oitavas de Final e passou pela sensação do campeonato na época que era o Atlético MG, e como sempre muito sofrido, já nas finais superou novamente a bixarada com dois placares iguais de 1x0 e enfim com aquele épico gol de carrinho do Tupãzinho conquistávamos pela primeira vez o Brasil.



Lembro pouca coisa dessa conquista, mas certeza que sofri e vibrei.



-1991 vivi a conquista da super Copa do Brasil.

-1995 foi aonde realmente comecei a entender melhor o que era Corinthians, o porquê daquela massa alucinada gritando o nome do Timão os 90min, mesmo quando o time não jogava bem, comecei a freqüentar estádios, acompanhar o Coringão todos os dias, todos jogos, fosse pelo radio AM ouvindo as emocionantes transmissões do José Silvério, onde juntos vivemos grandes alegrias, conquistas,tristezas e lágrimas.

E justamente neste ano aonde entendi o que era futebol, Corinthians, e tals, fui feliz comemorando dois títulos no mesmo ano. O primeiro foi o inédito titulo da Copa do Brasil que conquistamos no dia 21 de Junho de 1995 e aos 26min do 2º tempo ele, o que viria a ser meu maior ídolo no Corinthians, Marcelinho Carioca em pleno estádio Olímpico contra o Grêmio fez o gol do titulo e o Timão era novamente campeão nacional, Quanta Alegria!


E em menos de um mês após a conquista da Copa do BR o Timão disputava a final do Paulistinha contra os Porcos Imundos. No primeiro jogo a partida terminou empatada em 1x1 e no segundo jogo o Corinthians precisava apenas de um empate no tempo normal e na prorrogação para ser campeão. Lembro perfeitamente daquele jogo como se fosse hoje, os porkú saíram na frente, mas o Timão foi para frente e conseguiu o gol de empate após linda cobrança de falta do pé de anjo aos 16min do 2º tempo, e como diria Silvério “Ih Ki Golaaaço”.

O jogo acabou empatado no tempo normal e foi para prorrogação, nervos a flor da pele, no primeiro tempo o empate persistiu e já no segundo tempo no ultimo minuto da prorrogação, eu já sem unha de tanto roer-las, e timidamente gritando é campeão, quando aos 14min da prorrogação falta próximo ao meio campo, Célio Silva para cobrança chutou a bola em direção a área e dentro dela Viola desviou para Tupãzinho que tocou de lado para Elivelton que de perna esquerda de fora da área baaateeuu... “ih ki golaaaaaaaaaaaaaaaço” no ângulo do gol do Velosso.


E predestinado que era como se já soubesse que faria o gol do titulo, entrou em campo com duas camisas, uma em cima da outra e após seu golaço o camisa 17 arremessou para a fiel o manto sagrado... Essa imagem nunca saiu da minha memória, que golaço, quanta emoção, evitando ali o tri da porcada, onde na época tinha considerado o melhor elenco do País, e nós na raça desbancamos a porcada, Chora Porco Imundo, É CAMPEÃO!





Em 1996 não aconteceu muita coisa, mas não podia me esquecer de uns dos gols mais lindos que vi até hoje em minha vida, 11 de Fevereiro Vila Belmiro palco em que Pelé fez tantos gols, Marcelinho Carioca é lembrado até hoje pelo gol marcado em cima do Santos.
O camisa 7 corintiano recebeu a bola na entrada da área, deu um chapéu de calcanhar em Ronaldo Marconato e tocou de primeira para a rede, vencendo o goleiro…Edinho. Ele mesmo: o filho do Rei. E recebeu até uma placa em homenagem ao golaço. Uh! Marcelinhoooo...





em 1997 comemorei mais um paulistinha em cima da bixarada, “eterna freguesia”.


- 98/99 – Bi Brasileiro em cima dos nossos fregueses mineiros, 98 em cima do Cruzeiro e 99 o Timão foi campeão em cima do Atlético MG.




Década 2.000


O Time do Povo conquistou o Mundo, o primeiro Mundial Interclubes da FIFA, com sede no Brasil, e foi realizado com os campeões de todos os continentes. E já contra o “poderoso” Real Madri, Edilson que havia sido referido ironicamente por cartolas do time Merengue como um jogador qualquer conhecido apenas no Brasil, mostrou quem era o “capeta”.



19min do 2º tempo com o jogo empatado, Edilson vira o jogo com um golaço, “ih ki golaço” o capetinha passou a bola por debaixo das pernas de Karembeu invadiu a área fez o gol.
Já na grande final o Coringão enfrentou o Vasco em pleno Maraca, nos 90min o jogo terminou empatado em 0x0 e foi pra prorrogação, e novamente o empate persistiu e levou assim a decisão do primeiro Mundial para os Pênaltis.






Nas três primeiras cobranças o Timão converteu com: Rincón, F. Baiano e Luizão, deixando assim o placar em 3x2, ai foi quando brilhou a estrela do São Dida, o lateral do Vasco Gilberto bateu forte no canto esquerdo e Dida saltou para buscar. Assim continuava 3x2 para o Timão, Edu converteu mais um para nóis, Viola marcou para eles, e M. Carioca que podia definir o campeonato com o gol do titulo errou a cobrança e o goleiro do Vasco impediu o feito. Assim a ultima cobrança estava nos pés do Vascaino Edmundo, Dida no gol pronto para mais um milagre, mas nem precisou o camisa 7 isolou a bola e o mundo ficou em preto e branco, CORINTHIANS CAMPEÃO MUNDIAL!





Mas nem só de glórias vive um grande time, e ao longo dos meus 26 anos tive algumas tristezas com o Timão, mas nada que abalasse nossa eterna relação de amor, ainda em 2.000 Taça Libertadores da América, obsessão cantada em musicas para uns, e comum para nós.

O Coringão trombou a porcada nas semis – finais primeiro jogo vitória nossa por 4x3, no segundo jogo eles venceram por 3x2 e assim a partida foi para os pênaltis.
Eis que então no ultimo pênalti das cobranças estão frente a frente meu xará e maior ídolo do Timão e um tal camisa 12 no gol.



O desfecho desta historia todos sabem, e to suave de escrever aqui, fiquei muito PUTO na hora, admito que chorei, não acreditava naquilo que estava vendo, quantos gols de pênalti, ou até de muito mais longe esse maluco já tinha feito, e justo aquele ele tinha que errar meu Deus? Admito também que aquele momento por anos foi indiscutivelmente a maior decepção da minha vida, mas passou, e meu amor por esse time chamado Corinthians é infinitamente maior que qualquer classificação para a final daquela competição que sinceramente nem curto muito viu, hoje troco fácil o titulo da liberta por um Brasileiro, é muito mais disputado, e realmente o melhor ganha, não essa competiçãozinha que tem cada timinho sul americano que nunca vi na minha vida.









E a minha admiração e status de ídolo eternamente em meu coração para com Marcelinho Carioca não estreitou por causa desse pênalti maldito, me orgulho muito que me chamem de Marcelinho nome do maior que eu vi jogar. E quanto ao tal goleiro verde da camisa 12 em uma frase fez questão de mostrar a importância que dá ao seu maior rival, “ter o Corinthians como maior rival é o que torna o Palm... grande. Já ganhei e perdi um monte para eles” Marcos.








2001 – Só pra variar mais um Paulistinha, mas esse com aquele inesquecível gol de Ricardinho aos 47min do 2º tempo nas semi contra o san7os, quanta emoção foi nesse dia, e na final fomos campeões em cima do Botafogo de Ribeirão Preto.
2002 – Campeão da Copa do Br e do Torneio Rio – SP.
2003 – Outro Paulista em cima Delas.









2005 – Carlitos Tevez e Cia pintou o 7 no eterno 7x1 contra o san7os, e dramático como sempre somente no ultimo jogo se sagrou CAMPEÃO BRASILEIRO o primeiro da era de pontos corridos.



Agora já em 2007...


Mais uma triste historia que vivi com o Coringão, para uns a mais dolorosa, para mim trágico lembrar-se daquela cena no estádio Olímpico, jogadores limitados não conseguindo vencer a equipe do Grêmio, e como já não bastassem todos os problemas que passávamos naquele campeonato, naquele jogo, outro partida acontecia na mesma hora que interessava muito para a permanência do Timão na elite do futebol.


O Timão contava com uma vitoria das biba colorada diante do Goias, mas claro que isso não aconteceu, e ainda de forma cruel a equipe goaiana teve um pênalti a seu favor e a chance de fazer um gol e complicar as coisas para o Timão, e quando o batedor foi para cobrança errou o pênalti, não acreditava no que via pois estaria ali a chance de escaparmos da queda, mas como tudo é difícil para a gente, se não bastasse uma vez, o Juizão volta a batida do pênalti três vezes para que enfim o Goias fizesse o gol e consecutivamente afundasse de vez o Corinthians... Quanta roubalheira!
Mas acho que isso tinha que acontecer, o Timão vivia conturbado momentos políticos, muito FDP roubando o Corinthians, e a queda para série B viria como uma ressurreição, e veio.

Lembro que no dia deste fatídico jogo, estava na casa de uma namorada da época, mais um brother e a sobrinha dessa minha namorada que devia ter uns 10 anos, e carinhosamente me chamava de tio. E assim que acabou o jogo, Timão na série B, não sabia em que pensar, algumas lagrimas corriam em meu rosto, e foi onde minha “sobrinha” percebeu, me deu um forte e longo abraço e perguntou: Tio porque ta chorando? Não fica assim. Isso ela em meu colo por eternos segundos me abraçando, foi quando então me chamou para ir a piscina brincar com ela, pra que tipo eu esquecesse o inesquecível, não ficasse mais triste e brincasse com ela, e no caminho até a piscina ela me disse: O Timão vai dar a volta por cima tio!!!

Sábias palavras daquela pequena, nunca mais me esqueci...


E dali pra frente o amor por esse time parece que aumentou, passei a virada do ano com a camisa “EU NUNCA VOU TE ABANDONAR PORQUE EU TE AMO” e jamais abandonaria.





Já em 2008 ficamos no quase na Copa do Br, onde para conseguir o ingresso para o primeiro jogo da final, cheguei com bronquite e um pouco de falta de ar as 02h da matina no Parque São Jorge isso na madrugada de Sabado para Domingo, e ao 12h do domingo sai feliz com meu ingresso na mão. Pelo Corinthians com muito amor até o fim...







E na série B uma campanha irretocável, com o hoje técnico da seléça no comando do Timão, venceu com muita facilidade a competição e assim passamos pelo “inferno” do futebol conhecido como Segundona. Mas será que o Diabo é tão feio como falam? O Coringão mostrou que não, e tirou onda, “ai meu Deus o diabo é careta...”


A caminhada de volta a elite começou 10 de maio com o Paca lotado e assim o Timão venceu a primeira, e dali até o dia 25 de outubro jogo entre Corinthians x Ceara, com o Paca lotado a fiel viu o Timão vencer o jogo e se classificar matematicamente ao retorno a elite.



E o titulo já veio na rodada seguinte em Criciúma onde o Timão ganhou por 2x0 e se sagrou campeão da Série B, e com a melhor campanha de todos os tempos desta competição.
OoooOoooOo o Coringão Voltou!!!






E como voltou...

No Dois Mil e 9 fenomenal, com a chegada do maior artilheiro de todas as Copas o Timão passeou neste ano e ganhou de forma Invicta, Inquestionável o Paulistão em cima do san7os, com direito a show a parte do fenômeno em cima dos rivais:


- Contra os Imundos logo na sua estréia marcou e derrubou alambrado.
- Contra elas nas semis finais fez um golaço em pleno Morumbi
- Já nas finais, no primeiro jogo em plena Vila Belmiro fez um gol épico e como narrou José Silvério aos berros repetidamente e de forma emocionante: “Ihhhh Kiiii GooolaaaçooooO” de cobertura, fora da área no goleirão do peixe.











































Assim deixando o Timão pro jogo de volta tranqüilo pra erguer a taça de mais um paulista.
Já na Copa do Br, show a parte do R9 denovo, contra os patéticos do Paraná, e na final contra os chorolados, onde no primeiro jogo da final tranqüilizou tudo denovo e no beira rio era só erguer a taça.




2010 – Ano do centenário, enfim vamos ter uma casa, vamos fazer a abertura da Copa do Mundo, e já certos fregueses que tem estádio desde sempre vão ficar de fora...kkk
Muita festa esse ano e estamos firme e forte na ponta da tabela em busca do Penta campeonato nacional.



Já ontem, na madrugada do dia 31/08 para o grande dia de hoje, eu e mais 150mil lokos estivemos no Vale do Anhangabaú fazendo uma grande festa, contagem regressiva para a virada, com muitas atrações, shows, etc...



Como é grande essa torcida, a cada dia me surpreendo mais, fiquei esmagado ontem no meio de tanta gente, mas valeu passar a os primeiros segundos dos 100 anos do Coringão, eu tava lá! E daqui a pouco tem mais festa 17h to indo pra quadra dos Gaviões continuar as festividades do grande CORINTHIANS!








Obrigado por existir Corinthians, obrigado por fazer parte de toda minha vida, a única certeza que tenho nela é que sempre estarei com você, não importa aonde e nem como, muita emoção você me causa, uns dizem que sou até doente, mas só quem é realmente sabe o que é.


Te Amo demaaais Coringão, mais do que tudo nessa vida, Feliz Aniversário e muitíssimos anos de vida.



por: marcelO LHP ") CORINTHIANO MALOKERO E SOFREDOR GRAÇAS A DEUS!

7 comentários:

Felipe Simi disse...

Olá,

Obrigado pela visita! Aos dois, parabéns pelo blog e, ao corintiano, pelos 100 anos do seu time.

Um abraço,
www.esportejornalismo.blogspot.com

2 de setembro de 2010 10:29
Silvio Ferreira disse...

Prezados colegas blogueiros,

Sucesso a vocês... manteremos contato! Um abraço ao palmeirense, que compartilha o mesmo time meu, e ao conrinthiano um parabéns caloroso.

Abraço!

2 de setembro de 2010 16:33
Camila Paulos disse...

Nossa, Marcelo! Que depoimento legal! Parabéns pelos 100 anos do seu clube... o centenário do meu ainda vai demorar um pouquinho... rs...

Bom, vim agradecer a visita de vocês ao Respirando Futebol. Voltem sempre, tá?! E boa pra vocês, apesar dos times que torcem... hahahahaha.

Beijos

2 de setembro de 2010 19:48
Anônimo disse...

Marcelinho torcedor roxo, que eu nunca vi igual parabens pra você por encontrar uma formar tão bacana e marcante de descrever esse seu amor pelo Timão. Afinal, futebol e literatura têm tudo a ver. Quem curte sabe que uma mesma partida pode ser narrada, escrita e relida de várias formas, e a emoção de determinados jogos é o que faz o coração literalmente disparar.
Neste clima, para registrar cada momento histórico de um time que caiu e soube levantar – de maneira nunca vista antes na história –

“Corinthians, Amor Sem Divisão”.

3 de setembro de 2010 14:06
lo.lora disse...

...Me admira a emoção que vc consegue transmitir com o que escreve...Mto LokOo!!! não dá pra ver ou atéh mesmo ouvir falar algo sobre o Corinthians e não lembrar de vc...rsrs, não existe Marcelinho sem Corinthians, não há vida pra Marcelinho sem Corinthians...rsrs...PARABÉNS PELOS 100 ANOS DO TIMÃOOO,SOMOS E SEMPRE SEREMOS UM BANDO DE LOUCOS!!!

6 de setembro de 2010 20:19
Fran disse...

É só vivendo pra saber como é essa energia tão única do Todo Poderoso, eu pude ver isso na virada, é inexplicavel!!! Parabéns para o nosso TIMÃO!!! E parabéns pra vc e pro porkão aí, pelo blog!!! rsrsrsrs

6 de setembro de 2010 21:00
Gutera [L.H.P] disse...

emocionante mlkinho...sem mais. EMOCIONANTE

10 de setembro de 2010 15:31